1 de out de 2014

Paleta Naked 1: Original X Fake


Quando vi pela primeira vez a paleta Naked da Urban Decay fake no Aliexpress, por cerca de 12 dólares,de cara achei que devia ser muito ruim. Mas comecei a ler os comentários das pessoas que compraram se dizendo super satisfeitas, falando que a imitação da paleta de sombras mais famosa do mundo era boa mesmo!
Apesar de torcer o nariz pra produtos falsificados, a curiosidade necessidade de escrever pro blog falou mais alto. E por esse preço tava valendo arriscar. Pedi a Naked 2, e fiquei maravilhada com a qualidade, superou todas as minhas expectativas! Resolvi então fazer um post comparando as paletas originais e fake. Hoje vou falar da Naked 1, que peguei emprestada de uma amiga, e até o final do mês eu posto sobre a Naked 2, que comprei e gosto mais das cores.
Naked11
A embalagem é bem parecida. Até nos detalhes, nas informações do fabricante, a fake imita tudo muito bem…
Naked12
As duas acompanham pincel e primer. Apesar de não ter o pincel pra foto :( eu vi e achei ótima a qualidade. O primer não testei.
Naked13
As cores da fake são bem pigmentadas e macias. Coloquei em verde as cores muito parecidas, em amarelo as que variam um pouco e em vermelho as muito diferentes. Somente a Half Baked e a Sin são bem diferentes. A Half Baked da fake é mais pra champagne do que dourada, e a Sin tem fundo acinzentado e não rosado. Mas mesmo assim são bonitas.
Link da paleta com primer no Aliexpress aqui.
Na Sephora Brasil, a paleta original com primer custa R$ 250 e na Sephora americana, U$ 52.
Sobre comprar cosméticos falsificados: sabemos que hoje a maioria das coisas que compramos é em parte ou totalmente fabricada na China, inclusive cosméticos de marca. Mas mesmo assim, quando compramos de marca podemos confiar que a empresa testa os produtos e é legalmente obrigada a fabricar dentro dos padrões sanitários. Embora a qualidade do cosmético fake seja boa esteticamente, continuo com o receio se ele é testado e feito dentro de padrões de qualidade. É importante sabermos que esses cosméticos correm o risco de carregarem substâncias que causam mais alergia ou até problemas piores na pele. Até agora não eu nunca tive nada, mas não podemos ter a mesma confiança de qualidade que temos nos cosméticos fabricados por marcas originais, que só podem vender produtos que comprovam ter as substâncias permitidas pela lei.
gostaram? cintinuem me visitando

10 filmes para assistir nas ferias

o título dessa publicação está um pouco sugestivo, mas a verdade é que esses são os filmes que eu assisti nas primeiras semanas das minhas férias e que eu adorei. Sou apaixonada por comédias (boas comédias) e não é de se espantar que volta e meia publico sobre filmes desse gênero aqui no La Amora. Segue a listinha que eu fiz:
Imagem1) Família do Bagulho: Apesar de receber um título questionável aqui no Brasil, “We’re the Millers” (Nós somos os Millers, em inglês) é uma comédia divertida, com uma trama no mínimo curiosa e com situações muito engraçadas. Produzido em 2012 e dirigido por Rawson Marshall Thurber (também diretor em “Com a bola toda” e “Usina dos sonhos”), o filme conta a história de David Clark (Jason Sudeikis), um vendedor de drogas que é obrigado pelo seu chefe (interpretado por Ed Helms) a viajar para o México e fechar uma negociação que envolve um grande carregamento de maconha.
Para passar despercebido, David decide formar uma “falsa” família e convida a stripper Rose O’Reilly (Jennifer Aniston) para ser sua esposa, a delinquente Casey (Emma Roberts) e seu vizinho Kenny (Will Poulter) para fingirem que são seus filhos. O filme é uma ótima pedida e possui situações muito engraçadas, sem forçar a barra e sem ser clichê. Jason Sudeikis está em sua melhor forma, irônico e descompromissado.
Imagem2) Até que a sorte nos separe: Tino (Leandro Hassum) e Jane (Danielle Winits) é formam um casal de classe média que sofrem uma drástica mudança na vida após ganharem cem milhões na loteria. O casal, que anteriormente enfrentava certas dificuldades financeiras, passou a gastar desenfreadamente e viver, com seus dois filhos, uma vida cercada de luxo e desperdício. O problema é que toda a ostentação leva Tino a falência e ele, após dez anos de riqueza, precisa aprender a economizar. Com ajuda do seu vizinho Adelson, um homem perfeccionista e solidário, Tino tenta reverter à situação e pagar as dívidas que fez com o banco. Porém Tino é pego de surpresa novamente quando descobre que sua mulher está grávida do terceiro filho e não pode sofrer nenhum tipo de trauma, dessa forma ele faz de tudo para esconder da mulher que estão falidos.
Há inúmeras discussões sobre o papel do gênero de comédia no cinema brasileiro. É inegável que filmes de humor vendem mais no país e atraem um publico gigantesco enquanto produções experimentais, alternativas e dramas, ficam em segundo plano. Apesar das inúmeras críticas ao gênero (e ao caminho que a indústria cinematográfica brasileira tem tomado) é difícil resistir à um filme tão interessante como esse. O fato é que Roberto Santucci acertou na mosca e trouxe a tona um longa que brinca com os sonhos de milhões de brasileiros e, de alguma forma, se aproxima da realidade. Só pra constar, Leandro Hassum está maravilhoso e leva o filme nas costas. Hassum é exagerado e provoca risadas assim que aparece em tela. Kiko Mascarenhas também merece destaque, assim como Danielle Winits que não deixa a peteca cair. Ótimo filme!
The-Family-poster-04Jun20133) A Família: Na primeira vez que eu vi esse filme (produzido em 2013 e dirigido por Luc Besson) eu fiquei puta da vida porque não consegui achar graça em nada. Revendo o longa outro dia, percebi que eu provavelmente não estava prestando atenção porque apesar do clichezão é possível dar umas risadas. “The Family” conta a história de Giovanni Manzoni (Robert De Niro), um ex-integrante da máfia italiana que entrou para o programa de proteção as testemunhas e, após algumas alterações, foi transferido junto a família para a França.
Sua mulher, interpretada por Michelle Pfeiffer e seus dois filhos, Belle (Dianna Agron) e Warren (John D’Leo) precisam se adaptar à nova vida, mas são extremamente violentos e pouco convencionais. Os hábitos da máfia voltam à tona e trazem problemas a Giovanni que é perseguido pelos antigos colegas que querem vê-lo morto. Há todo um exagero que faz com que o clima do filme fique mais engraçado, em uma cena, por exemplo, Maggie não consegue encontrar pasta de amendoim e como vingança explode o supermercado – WTF!!?
RED2 4) RED 2 – Aposentados e Ainda mais Perigosos: A sequência de RED mantém a ironia do filme anterior, tem muitas cenas ação, sátira e humor e o elenco está ainda mais rico. Além de levar o nome de grandes lendas do cinema americano (Helen Mirren, Bruce Willis, John Malkovich e Mary-Louise Parker) a segunda parte também traz Byung-Hun Lee, Antony Hoipkins e Catherine Zeta-Jones no elenco.  Gosto especialmente desse filme porque ele debocha do gênero e ao mesmo tempo, consegue equilibrar o suspense e o humor sem exagerar na dose.
Em RED 2, Bruce Willis volta a viver Frank, um ex-agente que tenta levar uma vida normal ao lado de Sarah (Parker), sua namorada. No entanto, o excêntrico  Marvin (interpretando pelo brilhante Malkovich) avisa a Frank que alguém vai tentar matá-lo. Frank, que a principio não dá a mínima para Marvin, é sequestrado e levado a um interrogatório onde é quase assassinado. Decido a tirar a namorada de perigo, Frank entra no jogo e se aventura em um viagem para descobrir quem quer matá-lo e porquê. Nesse meio tempo ele reencontra antigos parceiros, entre eles Victoria (Mirren) que surpreendentemente recebeu uma missão: matar Frank.
Universidade Monstros 5) Universidade Monstros: Se o primeiro filme (Monstros S.A.) é uma delícia, o segundo nem se fala. A animação, dirigida por Dan Scanlon, é uma retrospectiva dos anos de faculdade de Mike Wazowski e Sullivan, que antes de se tornarem funcionários na Monstros S.A. (e antes mesmo de conhecer a Boo) não se davam bem. Enquanto Mike era um jovem perfeccionista e estudioso, Sullivan só se interessava por esportes, era arrogante e não se preocupava em estudar.
Após um incidente em um importante teste, Mike e Sullivan precisam se unir para não serem expulsos da faculdade e por isso, decidem participar da Olimpíadas de Sustos. O problema é que a equipe que arrumam é composta por monstros desajustados e que não assustam ninguém. (Só pra constar, o segundo fica pé a pé com o primeiro, é divertidíssimo e te prende do início ao fim).
A MENTUIRA6) A Mentira: O filme é uma releitura de “A Letra Escarlate” e, com  dinamicidade, conta a história de Olive Penderghast, uma menina que criou uma grande mentira e acabou perdendo o controle sobre ela. Olive, uma estudante do ensino médio, disse para a melhor amiga – Rhi (Alyson Michalka) que saiu com um rapaz durante o fim de semana, quando na verdade ficou em casa. Marianne (Amanda Bynes), a garota mais carola e caxias da escola, escuta a conversa e deduz que Olive não é mais virgem, espalhando a historia por todo o colégio.
O pequeno boato transforma-se em um gigante problema e coloca a reputação de Olive em jogo. Pouco tempo depois, seu amigo gay (que já não aguenta mais ser zuado pelos amigos) pede que Olive o ajude a perder a fama de afeminado. Olive topa ajudá-lo e finge transar com ele, fazendo com que todos pensem que ele é heterossexual. Outros garotos (também desajeitados) descobrem a farsa e pedem o mesmo favor a Olive, que assume a personalidade de “vadia” e aceita falar que dormiu com os garotos em troca de pequenos favores. 
Delícia de filme, muito diferente daquelas comédias adolescentes e bobas que a gente costuma assistir. É difícil imaginar outra atriz tão perfeita para o papel quanto Emma Stone, que dá um show de carisma. Will Gluck e Bert V. Royal (respectivamente o diretor e o roteirista do filme) foram extremamente sábios ao produzirem um filme engraçado, leve e sem apelação. Patricia Clarkson e  Nick Penderghast estão hilários como os pais sem noção da Olive.
Crood7) Os Croods: Delícia de filme, com gostinho nostálgico e perfeito para ser assistido junto a família. Produzido em 2013 e dirigido por Kirk DeMicco e Chris Sanders, ‘Os Croods’ se passa na pré-história e retrata o cotidiano de uma família liderada pelo pai, Grug, que morre de medo do mundo exterior e faz de tudo para proteger a família. Eep, filha adolescente de Grug, adora caçar e vive confrontando o pai, que não a deixa sair.
A vida dos Croods sofre uma grande transformação quando a caverna onde vivem é afetada por um “terremoto” (não sei se aquilo pode ser chamado de terremoto, então…) e eles não conseguem mais voltar para a caverna. Com a ajuda do aventureiro Guy, a família se desloca em busca de uma nova casa e acabam vivendo enormes aventuras.  – O filme é muito divertido e é uma gracinha!!! Adorei os personagens, principalmente a Vovó que é linha dura e a Eep, que foge do estereotipo das “princesinhas da disney” (esse filme não é da disney, mas tá) e é extremamente valente.
Jackss 8) Vovó sem Vergonha:  Quem é fã da série Jackass não pode perder esse filme! Johnny Knoxville, com toda a sua mistura de genialidade e imbecilidade, estrela o filme onde interpreta Irving Zisman, um senhor de 86 anos que, após perder a esposa, se reencontra com a filha que não via há tempos. Irving é pego de surpresa quando sua filha vai embora e o deixa sozinho, responsável por cuidar de Billy, seu neto.
Os atores encenam situações hilárias, grotescas e polêmicas e são observados por pessoas comuns, que não fazem ideia de que tudo se passa de um filme. As cenas mostram como as pessoas ficam surpreendidas (e constrangidas) em situações absurdas, quase inimagináveis.  [Exempos: Billy bebe cerveja em público, Irving faz cocô na calça e fica com o pênis preso em uma máquina de refrigerante.] O bacana dessa produção é que, diferente dos outros filmes dos Jackass, há uma trama linear que sustenta e liga os acontecimentos, fazendo com que a atmosfera de deboche fique ainda mais interessante.
Fantastico medo9) Um Fantástico Medo de Tudo: Simon Pegg é brilhante e ele está ainda mais sensacional (e versátil) nesse filme de humor negro que brinca com a paranoia de Jack, um escritor de livros infantis, que é contratado para escrever um romance de mistério. Ao fazer pesquisas para seu livro, Jack mergulha em casos de assassinato que aconteceram na era vitoriana e passa a duvidar de tudo e de todos que o cercam, desenvolvendo um fantástico medo de tudo.
Vivendo praticamente em clausura, Jack recebe um convite de um executivo de Hollywood que se interessa por seu roteiro. “O que deveria ser sua grande chance rapidamente se transforma em sua grande tragédia, pois Jack é forçado a enfrentar seus piores medos, dentre eles, amar, lavar roupa e assassinos seriais.”
Diferente e original, ” Um fantástico medo de tudo” dirigido por Chris Hopewell e Crispian Mills, é um filme sensível e inteligente, que possui diversas referências (tanto cinematográficas quanto literárias) e consegue fazer rir e emocionar ao mesmo tempo. Vale ressaltar o tom experimental da produção que deixa o filme ainda mais interessante – fora a trilha sonora, que acentua o clima de suspense e satiriza os filmes de terror.
vantagens de ser
“Nós temos o amor que achamos merecer.”
10) As vantagens de ser invisível: A verdade é que eu não sei bem se esse filme pode ser classificado como drama ou comédia (acho que ele fica no meio do caminho). O fato é que é uma boa opção para quem quer se emocionar e se divertir com uma história linda e muito bem produzida. Não é atoa que o filme tenha conquistado um público tão grande, a sensibilidade de Stephen Chbosky sobressai às telas e é ainda mais enriquecida com com atores tão bons (Emma Watson, Ezra Miller e Logan Lerman).
Chbosky (que também é o autor do livro que inspirou o filme) soube aproveitar a densidade psicológica dos personagens e realizou uma abordagem profunda de questões importantes na adolescência – e em todos os períodos da vida, como amor, sexo, drogas e amigos.
O filme conta a história de Charlie, um garoto de quinze anos que acaba de entrar no ensino médio, mas que ainda se recupera de uma forte depressão (pois perdeu o melhor amigo). Charlie, que tem tendências suicidas e é extremamente tímido faz amizade com Patrick e Sam, dois ‘veteranos’ que já conhecem a rotina do colégio.  (P.S. A menção a Rocky Horror Picture Show é demais1 Espero que tenham gostado bjkas da Dryka

29 de set de 2014

BB Cream loreal
Acredito que a internet já esteja cheia de resenha dessa maravilha mas eu vou resenhar o meu assim mesmo!
Recebi meu BB cream da Loreal na semana passada da assessoria da marca e desde então tenho usado todos os dias. Mas não foi preciso muitas utilizações pra formar opinião não, desde a primeira vez que usei já gostei logo de cara.
Veja o que diz o fabricante:
BB Cream vem do termo Blemish Balm, uma nova geração de cuidado facial originada na Ásia que acumula diversas funções em um só produto. Enriquecido com pigmentos minerais, o BB Cream de L’Oréal Paris minimiza a aparência dos poros de forma eficaz, corrigindo imediatamente as imperfeições da pele. Sua agradável textura de rápida absorção e um leve toque de cor, deixa a pele radiante e uniforme, com acabamento natural. Além disso, contém filtro FPS20 que protege a pele contra raios UV.
Eu sou uma pessoa que não gosto de usar base no dia a dia, acho pesado, sei lá… Mas também não gosto de sair de casa com a face nua de tudo, uma alternativa que me salvava até agora era a base segunda pele sa Contém 1g. Ela é bem boa e deixa a pele bem natural. Mas mesmo assim ainda era base e as vezes eu queria algo ainda mais leve.


A textura é super fluida, quase líquida e espalha fácil no rosto. Ele não cobre bem olheiras e se eu for sair de casa passo um corretivo junto. Na minha pele é necessário somente ele e aplico com os dedos mesmo, não passo pó nem nada e dura sequinho na pele o mesmo que minhas bases duram: algumas horas e depois a pele já fica meio “umedecida”
O BB cream da Loreal foi amor a primeira passada e explicarei porque:
*Eu recebi a cor clara e imaginei que ficaria branco demais pra mim, mas a cor se funde com a pele e fica beleza.
*A pele ficar super leve como se você não tivesse passado nada -nada mesmo- ele não deixa minha pele brilhosa. Tem toque seco e não é oleoso -é oil free inclusive-
*A cobertura é levíssima mas uniformiza pele que é uma maravilha.
*Tem FPS 20
Quer mais? O preço é apenas 29,90! Como não amar?
Pode ser encontrado nas lojas Americanas, em perfumarias, drogarias, etc.
Estou usando o meu todo dia, até pra ficar em casa e quando acabar vou comprar outro com certeza!
BJKAS DA DRYKA E ATE O PROXIMO POST

25 de set de 2014

Quem por aqui tem preocupação com higiene na hora de fazer as unhas? Acho que todas nós, né? E parte da higiene, é muito importante cada um ter o seu próprio kit de manicure mesmo se for fazer as unhas no salão, assim ninguém corre o risco de pegar doenças.
Recebi duas amostras da marca (manicure e pedicure)  para experimentar e hoje vim mostrar para vocês.
kit manicure pedicure Resenha: Kit Manicure e Pedicure   O Broto de Flor + Sorteio
A embalagem consiste em um kit básico com:
    • Par de luvas/botas;
    • Sachê de creme hidratante (10g);
    • Palito e;
    • Lixa.
Os dois kits possuem o mesmo conteúdo, diferenciando apenas pela luva no de manicure e as botas no de pedicure. Os itens são essenciais para ter uma manicure perfeita. 10g de creme hidratante parecem pouco, mas usei 1/3 apenas para fazer as minhas unhas – não acho necessário tanto creme para amolecer as cutículas. Assim sobra para fazer as unhas dos pés também! icon wink Resenha: Kit Manicure e Pedicure   O Broto de Flor + Sorteio
O hidratante é bastante cheiroso e tem o “poder” de amolecer as cutículas rapidamente, além de absorver super bem – e rápido. A lixa é simples, porém de ótima qualidade… não é aquela grossa que acaba com as unhas. Os ítens são todos descartáveis, mas acredito que dê para usar mais vezes o hidratante, o palito e a lixa.
Acho bem interessante para salão mesmo, ia adorar chegar em um salão com um kit desses só para mim! icon smile Resenha: Kit Manicure e Pedicure   O Broto de Flor + Sorteio Os produtos podem ser encontrados na loja virtual deles, inclusive em grande quantidade...
espero que tenham gostado bjs e ate o proximo post...

bjkas da dryka...

23 de set de 2014

ATENÇAO leia importante

Facebook desativado, como assim?


Ola meninas, hoje vim aqui relatar e alertar a voces o que aconteceu com meu facebook s
hoje como sempre depois de limpar toda a minha casa, fui abrir meu facebook e olha o que aparece...
perdi tudo meninas sniff, nao consigo mais entrar perdi minha fan page 
tudo...
Eu usava no nome da loja LINDA AFRODITE entao meninas se voces estiverem usando perfil com outro nome que nao seja de voces cuidado por que a administraçao do facebook excluindo todas as contas que nao contem seu nome real.
se voces ultilizam face com nome de blog, nome de lojas, nomes fantasias cuidado meninas! fikem atende, pois o risco de voces perderem a suas contas por esse motivo e muito grande..
infeslimente perdi 2 paginas mais de 1800 amigos e minha conta foi embora ...
mais vamos la começar do 0 , mais dessa vez com nome real ne pq se desativar com um Rg conseguimos recuperar...
bjs gatas..
um chero para vcs e ate o proximo post...
bjkas da dryka...

22 de set de 2014

Sapatilha azul marinho ancora Store

Meninas eu simplesmente fiquei encantada com essa sapatilha azul, acho q tenho uma nova cor preferida agora Rsrs
Ele é muito fofa tem uma mistura de personalidade..
VC PODE ser sexy, romantica, mais na sua tudo o que você quizer, basta usar a imaginação ..
Então eu vi ela na Ancora Store
A Âncora Store é uma loja que veio com a proposta de fazer diferente, nosso objetivo é levar o melhor para os nossos clientes, e fazemos isso buscando o que há de melhor e mais inovador no mercado de moda e acessórios. Estamos sempre atualizando a loja com novidades e tendências.
Eu super recomendo e se vocês gostarem podem encontra-la no link abaixo . saib 

http://www.ancorastore.com/sapatilha-azul-marinho?tracking=541f15cd4d9d2

21 de set de 2014

Aprenda a fazer salto com strass

Se você adora um par de sapatos, mas ultimamente você olha para o fundo de seu armário, cheio de caixas de sapatos, e só quer algo um pouco mais criativo, parece que é um momento perfeito para DIY de salto com strass! Reaproveitado alguns strass de alguma sobra de um projeto anterior, você pode criar um “novo” par de sapatos, de maneira bem simples!
Você vai precisar de:
  • um par de sapatos de salto
  • em torno de 40 pedrinhas de strass, de grande a médio (entre 10 e 15 mm) de várias formas
  • pecinhas menores de strass (de 3 a 6 mm) redondas, em torno de 40 peças
  • cola E-6000
  • pinça
  • pequeno prato ou recipiente
  • palito
  • alicate de ponta plana (opcnal)

1. Com o alicate de ponta plana, arranque os dentes para liberar os cristal do strass.
(Pule esta etapa se você estiver usando peças já soltas, com o strass de costas retas.)
diy-salto-com-strass-3
2. Esprema um pouco de cola em um pequeno prato ou recipiente.
3. Pegue um dos strass maiores com a pinça, e mergulhe a parte traseira na cola.
diy-salto-com-strass-4
4. Pressione a pedra na parte superior do centro do calcanhar. Adicione outras pedras ao redor do topo, trabalhando gradualmente o seu caminho até o meio do calcanhar, com pedras menores. Volte e adicione as pedras redondas menores em pontos descobertos. Não há maneira certa ou errada para criar o padrão para seu salto com strass - se diverta com isso!
diy-salto-com-strass-5
5. Uma dica: as pedras redondas menores vão exigir apenas um pouquinho de cola. Mergulhe um palito na cola, e passe na parte de trás da pedra, e depois aplique no sapato.
diy-salto-com-strass-6
6. Repita os mesmos passos no outro sapato. . .
diy-salto-com-strass-7
Prontinho! Agora que você tem um sapato de salto com strass super lindo e brilhante, é só arrasar!
diy-salto-com-strass-8
Obs;
Quero relatar aqui que não foi eu quem fiz essa sandalha viu 
Fiz uma mais não foi essa 
Gostei desse passo a passo e pulbiquei aqui para vocês aprenderem e sair por ai arrasando 
Por hoje é isso
Bjkas da Dryka...

 
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...